Total de visualizações de página

Seguidores

terça-feira, dezembro 26, 2006

Ano novo...


Já estamos quase em 2007. Meu Deus! O que eu fiz da minha vida? Creio que, esta seja a pergunta que a maioria das pessoas fazem.

Tenho em mim todas as perguntas do mundo. Talvez fosse melhor deixar meu questionário de lado, mas isso seria o fim! Preciso sempre de respostas. Bem, não tenho nem metade delas. Isso é verdade!

Algumas explicações simplesmente não existem! Ou, estão ocultas em algum lugar desconhecido...
Como diz meu amigo paradoxo:" É como explicar à morte a quem está vivo. E, à vida a quem está morto." Tá, confesso que isso foi uma fuga... Enfim, eu amei, chorei, sorri, me machuquei, me diverti!...

Fui chamada de louca, entre outras coisas, que preencheram meu ego, e outras, que me fizeram cair... Mas olha só; cá estou. Preparada para um novo ano? Não, essa não seria a palavra.
Disposta? sim, essa é a palavra certa. Então, 'Que venha o ano de 2007'

Já dizia o poeta: " A vida é arte do encontro..."

Ps.: Que eu possa encontrar o que procuro. Mas, antes, que eu saiba o que é.


FELIZ 2007!!!!

segunda-feira, dezembro 11, 2006

"Decifra-me! ou Te Devoro!"


*Sou bonito, tenho 1,85 de altura, beijo bem. pelo menos, as meninas nunca reclamaram!

Quem sou eu? 'Sou o Pedro' Me chame de: Sr. realista

*Sou companheiro, carinhoso e gentil! Já sonhei com Triana, mas nunca contei o que decerto aconteceu no sonho... Ah, tenho os olhos verdes! Bem verdão!

Quem sou eu? 'Sou o Aldacio' Me chame de: Querido

*Sou atencioso, Esperto,criativo e amo o Queen! Triana me chama de "Príncipe"

Quem sou eu? 'Sou o Conrado' Me chame de: Montanha

*Sou moreno, alto e gostoso! " A solução para os problemas de qualquer garota" Triana me chama de " Louco Sonhador"

Quem sou eu? 'Sou o Evanio' Me chame de: Slock

*Sou paciente, gosto de cantar heavy metal, luto Kung-fu.

Quem sou eu? Sou o Cláudio Me chame de: Kael

*Sou cabeludo, tenho um bom papo, adoro contar minhas histórias... Triana gosta muito! Ela me chama de: Lindoooooooo

Quem sou eu? 'Sou o Sergio' Me chame de: Bomba

*Sou um "Nada". Poeta, cabeludo, inteligente! Gosto de ouvir Megadeth. Triana falou que me ama! Isso me assusta!

Quem sou eu? 'Sou o Espectro' Me chame de: Sr. Nada

sexta-feira, dezembro 08, 2006

O poder da informação!


Em um determinado dia realizando um trabalho da escola, uma pesquisa da diciplina inglês, onde juntamente com um grupo de quatro pessoas, tinhamos que buscar significados de palavras estrangeiras de lojas e comércios da cidade.
Ao entrarmos numa das lojas, os produtos comercializados eram devidamente importados. Foi então que sucedeu uma grande confusão, fomos de cara mal recebidos. O fato se deu ao que acontecera dias atrás, no qual a devida loja estava sendo exposta na primeira página de um jornal à qual abordava uma matéria que falava de um projeto que proíbe o uso comercial de estrangeirismo,projeto este, que foi apresentado no Governo FHC, foi aprovado pela câmara, mas não chegou a ser votado pelo senado.
Ao iniciarmos a pesquisa o dono da loja com um ar ignorante, foi logo perguntando aonde iriamos expor suas marcas e, sem demais explicações mencionou o ocorrido com sua loja nos dias anteriores. Portanto, nos perguntou se faziamos parte de alguma outra imprensa. No momento de toda sua falação os meus colegas olhavam-o assustados!
Esperando ele se conter, expliquei-lhe que se tratava apenas de um trabalho de sala de aula, que não se preocupasse,que, quanto à matéria eu estava por dentro e até discordava dela.Vendo que realmente tinha conhecimento dos fatos e que minha opinião associava-se com seus interesses, logo mudou de tom, deu-me a tradução das palavras, e ainda me convidou para olhar seus produtos.


Moral da história:

Se minha pessoa não estivesse informada da matéria, como me saíria de tal situação?

Teria eu falado para ele aquelas velhas palavrinhas quando não entendemos nada?

"Está falando Inglês para mim!" [ Ainformação resulta no conhecimento]
By- Triana Mirella

domingo, novembro 12, 2006

A dor de um poema


A dor de um poema...
O poema é triste,
Porque a dor é verdadeira
O poema é triste,
Porque nele o poeta
Chorou todas as palavras...
O poema é triste,
Porque nele se fez a
Melancolia de um dia
Entediado!

Triana Mirella