Total de visualizações de página

Seguidores

quarta-feira, fevereiro 28, 2007

Última Quimera


Quero descobrir a revelação

dos meus pensamentos

os quais já não me pertencem mais


Quero reviver a alegria dos

meus dias passados

pois é chegado o fim


Quero esquecer as dores e mágoas

que se fez em minh'alma

antes de sucumbir meu coração


Quero levar comigo a experiência

do não "ser"

pois a razão já não me é necessária...

Triana Mirella

"A liberdade é como a própria vida: nasce e cresce na dor"
(Graça Aranha)

quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Fragmentos...


Ele chegou repentino. Atravessou o tempo e se fez presente nos dias chuvosos. A vontade que se tinha era apenas a de não fazer nada. Só precisava ficar quieta e pronto! Como poderia trazer consigo tanto prazer?
Era inútil perguntar, pois era mudo e nada responderia.

Nenhuma palavra, nenhum som, nenhum gesto...
Só a tua existência haveria de convir. E quantas e quantas vezes fôra cortejado, e, por tantas e tantas vezes sepultado. De sabor doce e amargo, trazia na sua bagagem: orgulho, equilíbrio, um pouco de desprezo e sensatez.

Poderíamos chamá-lo de cruel, mas seria crueldade maior, esquecermos sua benevolência. Penetrou nos meus dias, invadiu minh'alma, me tornou indiferente, oculta e imperceptível.

Despertou saudades??

Oh, Querido silêncio; cale-me outra vez e permita-me não dizer mais nada!

" O isolamento só existe no isolamento. Uma vez compartilhado, ele evapora."
(quando Nietzsche chorou)

Triana Mirella

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Confissões


A muito tempo eu não parava para pensar se quer na palavra 'solidão'.
Mas confesso que está palavra têm soado como o cântico de uma melancolia profunda.
Sinto falta de um certo alguém olhando para mim e me chamando de abusada.
De alguém que por algumas vezes me fez sentir gelinhos na barriga...


Acredito que a solidão possa nos fazer bem, mas não por muito tempo. No entanto, há quem fale que está muito melhor sozinho! Que tal caso seja relevável, sim? Afinal, só poderei falar por mim. Admito que a minha solidão é fonte de inspiração, pois é certo que a inspiração é uma peça num quebra-cabeça de três mil peças. A sensação de estar só permiti-me encontrar tal peça. Mas será que a ausência desta sensação limitaria as forças de minha mente?



Se assim for, eu digo: " Dane-se a inspiração"

Bem, gostaria de deixar claro que a minha pessoa não se conquista com elogios nem muito menos com a coleçao do After Forever, Certo?? A companhia de uma mulher pede mais do que certos mimos. Deve ser por isso que ainda estou só.

Seja verdadeiro, faça-me entrar em frenesi e terá meu coração! Talvez uma pessoa tenha conseguido este feito, mas as coisas não são tão fáceis como eu pensei que fosse.
O Sr. nightcrawler tem razão! Triana só quer o impossível!!



"ce ne sont pas mes gestes que j ' escris, c ' est moi, c ' est mon essence."