Total de visualizações de página

Seguidores

segunda-feira, setembro 24, 2007

A Flor e o Espinho


"Cansados da eterna luta por abrir um caminho pela matéria bruta, escolhemos outro caminho e nos lançamos, apressados, aos braços do infinito. Mergulhamos em nós mesmos, e criamos um novo mundo."
(Henrik Steffens)




Certo dia, uma flor conversava com um espinho. –Não entendo por que tiveste que nascer em mim. Sinto que as pessoas me admiram, mas não me tocam porque têm medo de se Machucarem em ti!

- Pois saiba querida flor, que nasci em vós, tão somente, para proteger vossas pétalas. E mesmo com todo perigo que nós espinhos representamos, ainda há quem nos arranquem de vossos corpos e as transformem em enfeites de mesa e criado-mudo. E quando isso acontece, nós perecemos secos e sem cor. E vocês têm apenas algumas horas de vida até murcharem de vez em um vaso com água e açúcar.
Ao ouvir todas aquelas palavras, a flor sentiu uma grande tristeza e ao mesmo tempo uma enorme felicidade por saber que o espinho tinha-lhe amor mais do que os próprios que a admiravam.
- Querido Espinho, há de haver um jardim onde possamos viver em paz!
- Sim, minha Flor! Há de haver...

Triana Mirella


A Parábola da Rosa



Um certo homem plantou uma rosa e passou a regá-la
constantemente e, antes que ela desabrochasse, ele a examinou.
Ele viu o botão que em breve desabrocharia,
mas notou espinhos sobre o talo e penso:
Como pode uma bela flor vir de uma planta rodeada
de espinhos tão afiados?
Entristecido por este pensamento, ele se recusou a regar a rosa,
e, antes que estivesse pronta para desabrochar, ela morreu.
Assim é com muitas pessoas.
Dentro de cada alma há uma rosa: as qualidades dadas por Deus
e plantadas em nós crescendo em meio aos
espinhos de nossas faltas.
Muitos de nós olhamos para nós mesmos e vemos apenas
os espinhos, os defeitos.
Nós nos desesperamos, achando que nada de bom pode vir
de nosso interior.
Nós nos recusamos a regar o bem dentro de nós, e,
consequentemente, isso morre.
Nós nunca percebemos o nosso potencial.
Algumas pessoas não vêem a rosa dentro delas mesmas;
Alguém mais deve mostrá-la a elas.
Um dos maiores dons que uma pessoa pode possuir ou compartilhar
é ser capaz de passar pelos espinhos e
encontrar a rosa dentro de outras pessoas.
Esta é a característica do amor
-- olhar uma pessoa e conhecer suas verdadeiras faltas.
Aceitar aquela pessoa em sua vida,
enquanto reconhece a beleza em sua alma
e ajuda-la a perceber que ela pode
superar suas aparentes imperfeições.
Se nós mostrarmos a essas pessoas a rosa,
Elas superarão seus próprios espinhos.
Só assim elas poderão desabrochar muitas e muitas vezes.
(Autor Desc)

segunda-feira, setembro 10, 2007

'Bilhete'

Queridos leitores,

Fui ao supermercado comprar um pouco de inspiração, mas devido à inflação ela está custando muito caro. E como dizem que tempo é dinheiro, creio que precisarei de um pouco mais de “tempo”.

Sendo assim, até a próxima postagem!

Beijos,

Sonhadora!