Total de visualizações de página

Seguidores

domingo, junho 29, 2008

A colecionadora

Em uma cidade distante vivia uma garota chamada Tereza.


Tereza era uma colecionadora nata! Colecionava de tudo um pouco. Ela tinha uma coleção de “Sorrisos”, de” Bons dias”, de cartas e bilhetes,... Ela até gostava de colecionar “Beijos”, Vê se pode?
Ah, mas não era qualquer beijo, sabe? E também não podia ser de qualquer um. Na verdade, o que ela queria mesmo, era colecionar beijos de um garoto chamado João.

-Eu explico.

João era o garoto que Tereza gostava, ou melhor, ela ainda gosta. Desculpe! Ela acabou de me dizer agora.
Enfim... – onde eu estava mesmo? Ah! Sim... Sim...

Mas há um problema! João não gostava de Tereza. Percebendo que não tinha João perto de si, adivinha o que Tereza fez?

Começou a colecionar o nome de “João”. Colocou esse nome por toda parte; era João pra lá, pra cá, ali, aqui... Tinha o nome de João de todas as cores e tamanhos.
Pobre Tereza! O que ela queria mesmo era colecionar com João: dias juntos, abraços, beijos, olhares e etc...

-Ei, o ‘etc’ são outras coisas que Tereza não permitiu que eu colocasse aqui. (risos) Que maluca! Ops! Ela está aqui do meu lado.
Pronto! Já pedi desculpas...

É que ela falou que não era pra eu ter falado... Aff... Eu e essa minha boca.

Mas deixa eu terminar...

Tereza falou que toda vez que sua coleção de sonhos aumenta, aumenta também sua coleção de saudades, de amor, de desejos, e..., e...

Droga! Tereza acabou de falar que quer colecionar o silêncio. E já começou!!
-Arg! Sua Tereza das pernas tezas!...


Ps;.Bem, já que o texto de Tereza acabou, você poderia comentar? É que me deu uma vontade de colecionar comentários!.. =D  

Triana Mirella

segunda-feira, junho 09, 2008

Por: Lord Diogobeje

Seu sorriso da calor a minha alma
Faz meu coração bater
Derruba véus de trevas em meu ser


O seu riso tem o poder
De me libertar da mais profunda
Angústia e solidão


Seu sorriso pode me
Arrancar das mãos da tristeza
Que me pega e prende ao chão

Que me pega e prende ao chão

Um simples sorriso seu

Faz com que me perca no tempo

Com que todas as coisas caiam no esquecimento


Um riso seu e o mundo desaba
O mundo inteiro pára, para ouvir a sinfonia
Do seu riso e acompanhar a beleza do seu sorriso


Seus olhos que estão sempre a tudo observar
Nada lhes passa despercebido
Bem como são admirado por onde quer que se virarem


Na beleza do simples gesto do teu sorriso
Está estampado a beleza da tua alma
Bela e pura
Sem ódio, sem rancor ou inveja
Apenas um desejo crescente
De ver estarem bem todos seus amigos
E o desejo de se aproximar
E buscar se assemlhar
E se humilhar diante de seu Criador


O sorriso é o espelho da alma
E um sorriso lindo como o seu
Demonstra uma criatura belaAmável, sincera e integra
Cheia de zelo e preocupação
Pelos que a rodeiam
Como esses também a amam
E procuram protege-la
Querem seu bem, sua alegria
E muitas vezes poder contemplar
Seu belo sorriso que é sem igual
O qual não mente sobre seus sentimentos
Pois é através dele
Que sabemos o que se passa dentro de seu coração