Total de visualizações de página

Seguidores

sábado, outubro 09, 2010

De volta à U.T.I

-->
Não foi um retorno  menos sofrido, nem tão pouco menos triste.


Voltar aquela  U.T. I,  foi como voltar no tempo...  A  mesma frase dita  pela segunda vez:  ó  não vai chorar!

Só em ouvir, já  enchi  meus  olhos...    Pensei: eu nada posso prometer.

Entrei.   Lá  estava  ele, meu avô,  que de um tempo pra cá havia se tornado um filho.
Frágil, dependente, menino...   Intubado, sedado   e em coma induzido.


Acariciei com  minhas mãos tremulas o seu cabelo e falei;  vô sou eu, Triana sua neta, eu estou aqui com você,  O Sr. Não está só.


Os batimentos dele aumentaram.  Ele me ouviu.   A esperança, por sua vez,  sondou o meu coração repleta de fé!    Naquela hora  eu me senti como o sentinela no deserto dos tártaros, esperando por uma guerra que nunca vinha...


A batalha da vida contra  a morte estava travada!  Mesmo que com ajuda de aparelhos, ele ainda respirava vida, e eu quase pudi ouvir:  ‘Mariana, eu sei que você está aí’.


“Mariana” era como ele me chamava.    Hoje faz uma semana que ele se foi....

SAUDADES ETERNAS!
"Clique no Título da postagem"